22
08 / 2017
52 Novos artigos

"Eu cansei, quem tem que provar crime são eles", diz Lula

Acontece

Tamanho

Jornal GGN - O ex-presidente Lula disse nesta sexta (29), logo após saber da decisão da Justiça Federal de Brasília que o transformou em réu na Lava Jato, que está cansado de rebater as denúncias sobre obstrução e tráfico de influência. O juiz Ricardo Leite, o mesmo que foi afastado da Zelotes a pedido de procuradores por atrapalhar as investigações contra grandes empresas, divulgou o despacho hoje, mas foi assinado ainda na quinta (28), mesmo dia em que a Associação de Magistrados do Brasil repudiou a ida da defesa de Lula à ONU.

"Eu não ia falar dos meus problemas pessoais, mas fiquei sabendo aqui que foi aceita uma denúncia contra mim por obstrução de Justiça. Vamos ver o que é", disse, no início de sua fala em uma conferência dos bancários, em São Paulo. "Eu já cansei. Eu não tenho que provar que tenho apartamento. Quem tem que provar é a imprensa que acusa, o Ministério Público Federal, que diz que eu tenho, a Polícia Federal", disparou.

Lula também associou as investidas de procuradores e da Lava Jato contra ele à pré-candidatura ao Planalto em 2018. Apesar das denúncia, Lula segue como favorito nas pesquisas de opinião.

"Eu tenho 70 anos de idade, mas tenho muita vontade de brigar. Se o objetivo de tudo isso é tirar o Lula da campanhad e 2018, não precisava de tudo isso. A gente pode escolher outro companheiro. Mas essa provocação me dá uma coceira...", disse Lula, arrancando risos e aplausos.

"Achar que eu vou ficar quieto por causa de ameaça? Não vou. Eu duvido que tenha alguém nesse país que seja mais cumpridor da lei do que eu, que seja mais respeitoso com a Constituição do que eu. A única coisa que quero é respeito. O que quero é que a imprensa não faça o julgamento e dê a sentença pelas manchetes. O que quero é que as pessoas sejam consideradas inocentes até que se prove o contrário. Nós ajudamos a conquistar a democracia, nós não vamos aceitar o que está acontecendo no Brasil sem gritar."

Em nota à imprensa, a defesa de Lula disse que ele não recebeu citação relativa a processo que tramita perante a 10ª Vara Federal de Brasília (IPL n. 40755-27.2016.4.01.3400). Mas, quando isso ocorrer, apresentará sua defesa e, ao final, sua inocência será certamente reconhecida.

"Lula já esclareceu ao Procurador Geral da República, em depoimento, que jamais interferiu ou tentou interferir em depoimentos relativos à Lava Jato. A acusação se baseia exclusivamente em delação premiada de réu confesso e sem credibilidade – que fez acordo com o Ministério Público Federal para ser transferido para prisão domiciliar. Lula não se opõe a qualquer investigação, desde que realizada com a observância do devido processo legal e das garantias fundamentais."

Original do Jornal GGN

Se você está buscando um novo emprego, selecione abaixo:

Cadastre seu currículo agora   Envie seu currículo para dezenas de empresas

Revise seu currículo com um especialista   Consultoria gratuita para obter um emprego

Comece já a receber nossa revista gratuita. Direto em seu correio as principais notícias da cidade.

Patrocinadores